Warning: mysqli_query(): (HY000/1194): Table 'wp_usermeta' is marked as crashed and should be repaired in /home/chefroberta/www/wp-includes/wp-db.php on line 1924

azul_marinho_peixe

A cultura culinária caiçara tem muitas influências dos colonizadores portugueses, mas conserva bastante de seus hábitos indígenas, fazendo uso abundante da caça, da pesca, da mandioca, do inhame, da batata doce… Uma herança dos tamoios que habitavam essa região. Da união dessas culturas, nasceu a cachaça de cana-de-açúcar, os peixes e farofas com banana e um poema singular do poeta revolucionário Oswald de Andrade, chamado Relicário:

“…Que farinha de Suruí
Pinga de Parati
Fumo de Baependi
É comê bebê pitá e caí.”

Um dos pratos mais simbólicos da gastronomia caiçara é sem dúvida o Azul Marinho, peixe cozido com banana nanica verde com muitos temperos regionais. Muitos restaurantes locais o servem e procuram deixar o mais próximo do original, pois além de conservar a cultura caiçara, é um dos pratos mais procurados por turistas, principalmente os estrangeiros.

Acredito que existam muitas receitas e dicas em vários sites e livros, mas uma comida tão boa e tão conhecida, merece destaque, principalmente nesta data tão querida para todos que vivem e desfrutam das belezas dessa cidade tão bonita que é Ubatuba.

Os peixes mais usados nesse prato são a garoupa, badejo, cavala, anchova e a tainha. Apresentam algumas variações na composição, dependendo da região em que é feita, com ou sem tomate por exemplo. Uma “exigência” conhecida por todos, é que o preparo seja em panela de ferro, para realçar a cor azulada do caldo, que fica azul devido ao tanino liberado pela banana verde quando cozinha. Tudo isso são fatos históricos que foram atravessando as gerações e hoje se apresentam para nós desta forma, mas acredito que algumas informações talvez tenham se perdido, portanto se alguém souber mais detalhes que não estejam nessa matéria, nos envie, será um prazer publicar tais informações.

Azul Marinho

Ingredientes:

– 6 bananas nanicas verdes
– 10 folhas de coentro fresco (grande)
– 500g de tomate cereja
– 2 limões cravo
– Farinha de mandioca a gosto
– 1 kg de peixe de sua preferência em postas.

Modo de preparo:

Descascar as bananas, lavar e colocar para cozinhar por volta de 15 minutos, na panela de ferro com o coentro cortado em pedaços grandes e os tomatinhos inteiros, em água fervendo (uma quantidade que cubra as bananas). Quando as bananas estiverem macias, acrescente o peixe, previamente temperado a gosto. Deixe cozinhar por mais 15 minutos e verifique se o peixe está cozido. Se estiver cozido, pegue 2 bananas inteiras de dentro da panela, coloque num prato e amasse bem, acrescente uma quantidade de farinha de mandioca e caldo da panela para formar uma massa cremosa, bem próxima do pirão. Sirva com uma posta do peixe cozido em cima e gostas do limão cravo.

Bom apetite !

Matéria escrita para o Jornal A Cidade Ubatuba