ovo_omelete

Muitos mitos ainda cercam todos os assuntos relacionados ao consumo de ovos de galinha. Quantos ovos comer por dia? Comer somente a clara para não ter colesterol? O que faço com a gema? Já foi vilão, agora é o mocinho…

Enfim, acho que o bom senso vale muito, pois nada em exagero faz bem. Estudos comprovam a eficiência dos ovos para um melhor funcionamento de nosso organismo. E o melhor, é barato!

O ovo é extremamente nutritivo, é importantíssimo para uma dieta equilibrada e seus principais benefícios são:

– Baixo valor calórico, com cerca de 70 calorias.
– Fonte de proteína, aproximadamente 6 gramas. Esse valor corresponde a quase 8% de nossa necessidade diária e sua proteína é a mais completa que existem na natureza, uma vez que possui todos os aminoácidos essenciais em quantidades adequadas. Auxilia no aumento de massa muscular e estimula a perda de peso (gordura corporal).
– Saciedade (ajuda a resistir às tentações).
– Gorduras saudáveis e ômega-3 são benéficos para o cérebro e visão.
– Colesterol bom, o consumo de HDL ajuda a diminuir o risco de doenças cardiovasculares.
– Vitaminas e minerais. Valores consideráveis de vitamina A, D, E e de vitaminas do complexo B.
– Dentre os minerais, o ovo fornece boas quantidades de fósforo, selênio, ferro, iodo, cálcio e zinco.
– Testosterona, importante para ganho de massa muscular, principalmente pela presença do zinco, que não é tão facilmente encontrado em outras fontes.

É verdade também que a maior parte das calorias do ovo está na gema e que a maior parte das proteínas está na clara, por isso muitos desprezam a gema. Mas vale lembrar que a gema do ovo contém omega-3 na forma de DHA, que é a mesma gordura saudável encontrada nos peixes como o salmão. O DHA é essencial para melhorar a comunicação entre as células e o sistema nervoso, é boa para o cérebro, para o funcionamento dos olhos e para o controle de gorduras no sangue.

Outro nutriente muito importante e que provavelmente você não consome o suficiente e que também é encontrado na gema, é a lecitina, que melhora a dinâmica da membrana da célula, controla o que entra e saí do nosso corpo. Ela também ajuda a controlar os níveis de gordura e colesterol, melhora o sistema gastrointestinal. Todas as células do corpo humano precisam de lecitina e a gema é sua melhor escolha para consumi-la.

Vale ressaltar que a forma que se prepara o ovo é que determina se tudo que está escrito acima permanecerá ao ser consumido. Faça cozido, omelete, ao forno, mexido, acrescente legumes, vegetais, queijos saudáveis… Menos frito!

Faça uma omelete de forno e surpreenda.

Omelete de Forno – Ingredientes

• 4 ovos

• 1/4 de brócolis picadinho

• 4 fatias de queijo branco picadinho

• 1 tomate picado

• 1/2 cebola pequena bem picada

• Orégano a gosto

• Sal e pimenta do reino a gosto

• Manteiga ou óleo de coco para untar a forma

• Parmesão ralado (opcional)

Modo de preparo:

Em um recipiente bata os ovos até que se misturem. Em seguida adicione todos os ingredientes (exceto o parmesão ralado) e misture bem para que tudo se incorpore. Disponha a mistura em uma forma untada e cubra com queijo parmesão. Leve para assar em forno a 200ºC por cerca de 15 minutos ou até que seu omelete esteja pronto. Se quiser desenformar para servir, passe uma faca nas laterais e com uma colher e delicadeza vá soltando o fundo.

Bom apetite !

Matéria escrita para o Jornal A Cidade Ubatuba